Dicas, Saúde

10 DICAS PARA SUPERAR A DEPRESSÃO

tristeza-e-depressaoÉ normal Sentir tristeza de vez em quando. Faz parte da natureza humana. A tristeza pode ser provocada por estímulos externos ou mesmo internos, que, em algum momento, afetam nossa psique e emoção. Todavia, nosso organismo possui defesas suficientes para se livrar da tristeza rapidamente, ainda que, de vez em quando, tenhamos que fazer algum esforço para recuperarmos nosso estado natural.

A depressão, por outro lado, é algo bem mais forte e sério que tem levado verdadeiras multidões ao suicídio. Caso a depressão seja oriunda de um estresse pós-traumático, a cura só virá após a dissolução do trauma, o que requer os tratamentos de profissionais da área de saúde mental e emocional.

Este artigo tem somente a intenção de dar algumas dicas para aliviar os sofrimentos provocados por esse monstro chamado depressão. Eu mesma já sofri horrores e, durante anos, achava que a única saída para meu problema seria a morte. Felizmente, depois de muitas tentativas frustradas, consegui me recuperar e hoje vivo uma vida normal.

Tento passar aqui 10 dicas que poderão lhe ajudar a superar ou pelo menos alivia o sofrimento. A última dica eu considero a mais importante.

  1.  Mantenha um diário – quanto tive que consultar a psicóloga, para tratar minha depressão, logo na primeira visita, ela me recomendou adotar um diário. Eu já o tinha. O diário serve para anotarmos todas as nossas alegrias e sofrimentos; podemos desabafar sem sermos censurados. Além disso, ao longo do tempo, olhando as anotações anteriores, poderemos encontrar muitas repostas e ter uma noção do nosso tratamento. A grande escritora J K Rowlingm começou a escrever as obras do Hary Potter sob o feito da depressão.
  2. Tenha boas amizades – amizades são combustível para o bem-estar. Uma boa e descontraída conversa faz bem para todos e, além de questões espirituais e sociais, já há estudos científicos apontando a importância das amizades para a saúde humana. Fazer amigos não é difícil se você empreender o esforço necessário e esperar o tempo fazer florescer. Além disso, você já deve ter pelo menos algumas amizades. Veja se não é hora de aquecê-las.
  3. Leia – a leitura é como um portal para outra dimensão, que nos faz imergir em outro mundo, outra realidade e nos concede uma licença temporária de todos os nossos sofrimentos. Muitos sábios começaram a trilhar seu caminho magnífico em tempos de sofrimento, buscando respostas em livros.
  4. Tome sol – algumas pessoas tem um certo tipo de distúrbio que as fazem sentir a chamada tristeza sazonal, se ficam um certo tempo distantes da luz solar. A falta de vitamina D contribui para a depressão. Faça uma caminhada de 30 minutos, em contato com a natureza, sob a luz do sol e veja que resultados bons terá.
  5. Beba água– todos sabem que o corpo humano é formado de cerca de 70% de líquido. Se você não ingere líquido suficiente, ele não vai trabalhar de forma adequada. A partir dos 40 anos, principalmente, nossa sede se reduz e temos que passar a nos disciplinar para beber água suficiente.
  6. Perdoe – às vezes a tristeza vem sem nenhuma razão aparente. Temos essa tendência de mantermos rancores para o resto da vida, não obstante quase todo mundo negue, porque assumir que se sente ódio ou rancor é social e religiosamente reprovável. Não basta perdoar aos outros; às vezes é mais difícil perdoar a si mesmo. Perdoe-se e relembre que errar é da natureza humana, por mais que pareça cliclê.
  7. Cultive a gratidão – todos tem razões para reclamar, mas, se analisarmos, vamos ver que temos muitas razões para agradecer também. Reclamação não resolve e só torna pior a situação. Melhor acender uma vela do que se queixar da escuridão. Anote numa papel ou num editor de texto 10 razões pelas quais você deveria sentir gratidão e as releia com frequência. Isso vai lhe fazer sentir-se melhor.
  8. Exercite-se – se você não tem nenhum problema físico sério, além da depressão, experimente fazer exercícios umas 3 vezes por semana. Pode ser natação, musculação, pilates, yoga, aeróbica ou mesmo caminhada e dança; alguma coisa adequada ao seu estilo de vida e condições físicas. As endorfinas vão bombear no seu corpo e você sentirá sensações de bem-estar e alívio.
  9. Aprenda um segundo idioma – defina a meta de não parar de estudar e praticar até atingir a fluência. Há estudos científicos que mostram que ao nos comunicarmos numa língua estrangeira, exercitamos outra parte do cérebro que nos faz sentir bem. Eu mesmo após 15 minutos falando Inglês começo a sentir interessantes sensações de bem-estar.
  10. Persista – essa é a última e mais importante dica. Sair da depressão pode parecer impossível, quando estamos mergulhados nela, mas, quando saímos, é comum nos perguntamos por que que deixamos abater tanto. Então, sempre vale a pena lutar pela felicidade e recuperação. Métodos que não funcionam para uns, funcionam para outros, então, continue tentando, até encontrar a saída de volta para casa.

Espero que estas dicas lhes sirvam de algum forma. Sempre vale a pena lutar pela nossa felicidade; afinal este é o objetivo de todos.

Leave a Reply